19 Aug 10

TERAPIA CAPILAR PARA QUEDA, CASPA E SEBORRÉIA

A busca por cabelos tratados, saudáveis e bonitos fez com que profissionais da área da estética elaborassem tratamentos específicos para a região. A terapia capilar é um método moderno para dar vida aos cabelos e tratar de alguns problemas como caspa, seborréia e queda de cabelo. Vamos saber alguns benefícios dessa nova tecnologia e como pode ser aplicada.

São vários os motivos para explicar a queda dos fios, mas, não só a utilização de produtos químicos gera esse problema. A má alimentação, o estresse, oleosidade excessiva do couro cabeludo, caspa, a lavagem do cabelo com água quente, a genética e a própria estrutura do cabelo por ser fraca faz com que os fios fiquem desidratados, ressecados e caindo.

Devido a isso, a calvície já não é mais prioridade dos homens, muitas mulheres passam por esse desconforto. A vaidade feminina é atingida profundamente, o que pode levar a outros problemas como baixa estima, mau humor, isolamento e até depressão. Atualmente houve um crescimento na procura por tratamentos capilares, há terapias que prometem bloquear a calvície e recuperar boa parte do cabelo.

No tratamento o couro cabeludo é analisado detalhadamente através de uma microcâmera, a região recebe oxigenação através de aparelhos como a escova a laser para ativar a raiz do cabelo. Dependendo do problema são aplicadas substâncias específicas, pois cada caso é um caso. O resultado já é visível nas primeiras sessões.

Além do tratamento tecnológico com aparelhos a laser, há também tratamentos manuais que tratam especificamente do cabelo. A hidratação com lama deixa os fios macios e sedosos, ela age profundamente no couro cabeludo. O produto a base de lama limpa todos os resíduos do cabelo, assim, os fios podem respirar melhor.

A queda de cabelo, muitas vezes, pode ser ocasionada por impurezas e a utilização de produtos químicos. A argiloterapia retira esses resíduos que penetram nos poros e estimula a renovação e o crescimento dos fios de cabelo. A argila usada nesse tratamento não é a mesma utilizada nos artesanatos.

Saiba que esses problemas não só afetam nossa aparência, é uma questão de saúde. É importante procurar um dermatologista e seguir as orientações, pois se necessário o problema só será resolvido com o complemento de alguns medicamentos, o que vai depender do seu caso.

Comenta tb! ;*3

Este blog foi criado por mim, pois é um dos assuntos que mais gosto de falar com as minhas amigas: cabelos. Existe coisa mais legal do que saber todas as novidades no mundo da ‘cosmética capilar’? Trocar experiências sobre o assunto é o máximo. Pretendo discutir aqui tudo sobre cabelos e trocar experiência com amigas, afinal de contas, cabelo rende muito assunto. Conto com a ajuda de vocês para fazer um blog bem legal e cheio de novidades.

3 Comentários

  • Fabrício

    January 8, 2011 às 5:06 pm

    Calvície Feminina

    Ao contrário do que muitos imaginam a calvície calvície não é um problema que afeta apenas o sexo masculino. Uma em cada cinco mulheres irá apresentar algum grau de calvície, que por menor intensidade que seja, poderá trazer um grande incômodo, já que a calvície é socialmente aceita no sexo masculino, mas não no sexo feminino.

    Na mulher, a manifestação clínica da queda capilar tende a ser mais sutil e existe a possibilidade de camuflar pequenas áreas calvas com o tipo de penteado. Outra diferença em relação aos homens é que no sexo feminino a perda de cabelo tende a ser mais difusa, ocorrendo em todo o couro cabeludo ou se concentrar no topo da cabeça, mantendo a linha anterior frontal (franja) preservada.

    Nos homens a imensa maioria dos casos de perda capilar possui causa genética, nas mulheres as causas da perda capilar podem ser mais complexas, de diagnóstico mais difícil, podendo os fatores causais estarem atuando conjuntamente.

    Fatores que podem influenciar a queda capilar incluem: dietas radicais e mal orientadas, já que o cabelo é formado principalmente por proteínas e sua manutenção depende de sais minerais como o ferro e o zinco, assim a falta desses nutrientes pode levar a queda de cabelo. O envelhecimento e a menopausa também contribuem para a queda capilar. A diminuição dos níveis hormonais provoca o enfraquecimento dos cabelos levando a queda. Ainda uma série de situações que podem levar a perda capilar como: pós parto, doenças da tireóide, infecções fungicas,quimioterapia, alopecia areata, estresse, tricotilomania ( hábito de arrancar os cabelos), uso de produtos impróprios para o cabelo, medicamentos e outras. Desse modo, é fundamental a avaliação de um especialista para que o diagnóstico correto seja feito e assim, o melhor tipo de tratamento seja instituído, seja ele clínico ou cirúrgico.

    Embora no sexo feminino exista uma série de situações que podem causar a perda capilar, a principal causa também é genética, como no homem, porém com menor freqüência . No sexo masculino, 99% das vezes a calvície é genética, já no sexo feminino, em torno de 70 %. Existem três graus de intensidade de calvície feminina segundo a classificação de Ludwing. Grau I:rarefação leve, observando um defeito central no cabelo. Grau II: Rarefação mais pronunciada, permitindo se visualizar o couro cabeludo. GrauIII:estágio final, onde a calvície está completa.

  • JESSICA

    January 30, 2012 às 8:50 pm

    nao sei
    mais oque eu faço para meu cabelos para de cair

  • julia

    April 26, 2012 às 9:45 am

    HELLEN sou a julia moro em lagoa santa mg por favor me ajude meu cabelo não tem bom crecimento e para complicar um pouco mas e esta quebrando os fios oque devo fazer me ajude depois que um pessoa cortou o meu cabelo nunca mas ele foi o mesmo há uns anos atras me ajude ele não passa do pescoço me ajude aguardo respostas suas att julia

  • Comente

    *
    *

    site statistics